Transformações de vidas
Histórias de ex-educandos
Tive uma infância sofrida apesar de ter um pai que trabalhava na Vale do rio doce, quando eu completava meus 10 anos minha mãe teve o seu 5º filho que nasceu com uma doença incurável, e ai começou o nosso sofrimento, até descobrir qual era essa doença meu irmão passou por vários médicos e por isso meu pai ficou devendo muito dinheiro, chegamos a passar fome e fomos ajudados por vizinhos e pessoas amigas, foi então que uma medica disse que ele só teria tratamento em BH, durante esse tempo éramos 4 irmãos que não podíamos mais contar com a mãe por perto pois ela só tinha tempo para cuidar do 5º filho, vivemos dias muito tristes sem a minha mãe por perto pois meu irmão ficava muito tempo internando e eu como filha mais velha tinha que tomar conta dos irmãos mais novos, então parei de estudar na 5ª serie e fiquei em casa ajudando a minha mãe a tomar conta do meu irmão, com isso fui ficando uma pessoa muito retraída não conversava com ninguém, não podia brincar, tinha medo do meu irmão morrer a qualquer momento, vivia só em função da minha casa e dos meus irmãos, não saia para passear pois meu pai não podia nos levar. Meu irmão começou a fazer seu tratamento em BH que se arrastou até ele completar 20 anos e falecer em novembro de 2003, durante esse tempo minha vida parou e eu não estudei, não trabalhei, não fiz cursos não pensei em mim e sim só na minha família, me vi sem esperança.
Com 29 anos nunca havia sentado em frente de um computador e confesso que tinha medo de tocar em um. Um dia meu irmão Têlo comprou um computador e incentivada por ele e pela presidente do bairro Machado resolvi fazer um curso de informática básico, foi então que conheci a EIC SOS/VIA. Foram 7 meses de um curso que mudou completamente a minha vida, ali não estava aprendendo só informática e cidadania mas estava sim retomando a minha vida que por muito tempo esteve parada, depois disso fui convidada pelo Educador Junior a fazer capacitação pelo CDI e começar a dar aula, então vi todas as portas se abrindo pra mim, nem eu mesma esperava chegar onde cheguei, além de tudo que eu vivo através da Escola viajei por lugares que nunca imaginei ir (como minha viajem para o Espírito Santo).
Hoje sou Educadora e graças a EIC hoje eu tenho o meu próprio computador doado pela EIC, que antes tinha até medo de tocar.
Hoje só tenho a agradecer a EIC por tudo que ela me proporcionou.

Regiane Aparecida Silva - ex-educanda da 3ª Turma e Educadora de Informática e Cidadania até 2008. 

Em busca de realizações, independência, liberdade e uma boa qualidade de vida, após varias tentativas de emprego chegando a ponto de desistir de meus sonhos e de pensar que não sou capaz ao menos de participar de concursos públicos e entrevistas de empregos, varias vezes até chorei por ter concluído o 2º grau e isto não ser o suficiente pra me encaixar em um bom emprego. Ao pensar em meus dois filhos e no futuro que darei à eles, senti que eu precisava de mais que isso, então procurei apoio na EIC – SOS/VIA onde senti que eu poderia fazer mais por mim e por todos aqueles que me cercam...

Durante seis meses de curso de informática e cidadania, pude me sentir com a auto-estima bem melhor, pois tudo o que precisava naquele momento era de incentivo e de força para prosseguir na busca constante de meus sonhos e um dia atingir meus objetivos. Jamais poderia imaginar que um dia receberia doação de um computador através da EIC, local onde aprendi tudo o que sei e que me fez senti uma cidadã informatizada e consciente, principalmente poder estar hoje digitando em minha casa esse depoimento e valorizando que mesmo que as dificuldades apareçam sempre jamais devemos desistir de nossos sonhos.
Hoje estou fazendo curso de secretariado e auxiliar administrativo, para quem achava que seria apenas uma dona de casa e posso dizer que serei eternamente grata a EIC, aos educadores e coordenadores que além de nos ensinar a informática nos conscientizam a ser realmente cidadãos.
Agradeço a minha educadora Cleimilda pela paciência e atenção ao me ensinar e a todos amigos e parceiros que contribuem para que a EIC continue funcionando e despertando a vontade de aprender na pessoas que precisam apenas de uma oportunidade para concluir seus sonhos e atingir seus objetivos.
Muito obrigada!!!

Ivone Aparecida Silva – Ex-educanda da 7ª Turma

Fazer o curso de Informática e Cidadania na EIC – SOS/VIA foi muito importante para mim. Hoje com as novas tecnologias no mundo da informática temos que nos aprimorar muito. Além dos conhecimentos adquiridos durante o curso e a conscientização da cidadania em nossos dia-a-dia, fui premiada em um sorteio no dia da formatura e contemplada com um computador usado, que para mim foi um grande passo, ficou muito mais fácil, pois posso utiliza-lo a qualquer hora na comodidade da minha casa e a qualquer hora tanto para trabalhos, pesquisas e noticias para estar atualizada e bem informada.
Na realidade o curso e o computador que ganhei, me trouxeram grandes oportunidades, entre elas o conhecimento em geral e a tecnologia ao alcance de minhas mãos.

Fátima Aparecida Andrade - Ex-educanda da 7ª turma

A informática na minha vida foi, está sendo e sempre será muito importante. Antes eu olhava para um computador e não tinha interesse e hoje já sei utilizar o computador, enviar emails pra minha ex-educadora Cleimilda como esse depoimento, por exemplo, navegar na internet em Lan House, entre outras coisas que o curso me proporcionou aprender. É bom e sensacional o aprendizado adquirido, e não aprendi só informática fui conscientizado a exercer minha cidadania e também a ser voluntário. Minha esposa será a próxima a fazer o curso. Estou indicando e incentivando ela, e sempre que puder divulgarei esse curso que é maravilhoso e importante para a comunidade.
No mundo em que vivemos, não é um luxo e sim é uma obrigação ter um curso de informática.  Meu irmão foi quem me falou sobre o curso da EIC e ai logo abracei essa oportunidade.
Agradeço ao CDI, a EIC – SOS/VIA, educadora Cleimilda e colegas que comigo aprenderam a importância de se fazer um curso de informática e cidadania.
Um abraço!

Claudinei de Oliveira Rodrigues – ex-educando da 6ª Turma

Mais Notícias
 
EICSOS 2012. Todos os Direitos Reservados.